Aos Fatos

Não é verdade que 'Time' publicou charge em que Bolsonaro defende Brasil do socialismo

Por Luiz Fernando Menezes

20 de maio de 2019, 16h55


É falso que a revista americana Time tenha publicado uma charge que simbolizaria o presidente Jair Bolsonaro protegendo o Brasil do socialismo. A imagem, que mostra um soldado sendo alvejado ao proteger uma criança, é um meme que já circula na internet desde 2016, quando o desenho foi publicado em uma página no Facebook.

A peça de desinformação, que já tinha circulado nas redes sociais após as eleições de 2018, voltou a ser compartilhada por dezenas de perfis pessoais, acumulando, até a tarde desta segunda-feira (20), cerca de 3.000 compartilhamentos. Todas as publicações foram marcadas por Aos Fatos com o selo FALSO na ferramenta de verificação (entenda como funciona).


FALSO

Charge publicada na revista americana Time. E de longe a melhor expressão que já vi sobre a nossa situação atual. Parabéns ao criador.

A legenda acima acompanha uma imagem de um soldado que representaria o presidente Jair Bolsonaro defendendo o Brasil (uma criança dormindo) do perigo do socialismo, caracterizado na peça como uma chuva de granadas, bombas e facas. O desenho, no entanto, não foi publicado em nenhuma edição da revista Time, como é possível conferir na página de cartuns da publicação, nem é uma arte original.

A imagem, na verdade, é de um meme conhecido como “The Silent Protector” (“O protetor silencioso”, em inglês). Segundo o site Know Your Meme, que reúne informações de todos os memes na internet, a peça do soldado sendo alvo de bombas, mísseis e facas para proteger uma criança dormindo é editada para rotular tanto o militar quanto a criança como diferentes personalidades. No site é possível verificar diferentes versões do meme, incluindo uma com os Correios:

O desenho que virou meme é do artista Utkal Gaurab e foi publicado, pela primeira vez, na página do Facebook Laughing Colors, em outubro de 2016.

Além disso, a informação de que o meme se trata de uma charge publicada pela Time é reciclada: o boato já circula na internet desde outubro de 2018, logo após Bolsonaro ter sido eleito presidente.