Aos Fatos

Seja um apoiador

Checamos

Leia as últimas declarações checadas pela equipe do Aos Fatos

Mais

Explore todos os nossos conteúdos e checagens

Ambev não vai distribuir álcool em gel para a população, apenas para hospitais públicos

Por Ana Rita Cunha

20 de março de 2020, 13h38


Não é verdade que a Ambev vai distribuir 1 milhão de unidades de álcool em gel para as pessoas que se cadastrarem em links que vêm sendo compartilhados no WhatsApp e no Facebook (veja aqui). Na verdade, a empresa de bebidas iniciou a produção de 500 mil unidades do produto que serão distribuídas exclusivamente a hospitais públicos de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Além de a companhia não vender nem distribuir álcool em gel para pessoas físicas, como informou sua assessoria de imprensa, os links difundidos levam a sites falsos.

Os dois endereços usados nas peças de desinformação pedem que os interessados preencham um cadastro com seus dados pessoais e compartilhem os mesmos sites nas redes sociais. Tais pedidos são semelhantes aos que ocorrem golpes para o roubo de dados.

O falso anúncio tem sido compartilhado no WhatsApp, onde foi enviado por leitores como sugestão de checagem (inscreva-se aqui). Não há como medir com precisão o alcance do conteúdo em razão da natureza da plataforma. A peça de desinformação também tem sido publicado por páginas no Facebook, que já acumulavam ao menos 500 compartilhamentos até esta sexta-feira (2). O conteúdo foi marcado com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (veja como funciona).


FALSO

A Ambev está distribuindo gratuitamente mais de 1 milhão de unidades de álcool gel para hospitais e população em todo Brasil; a empresa disponibilizou um site para que os interessados possam pesquisar quais os pontos de distribuição mais próximos de seu endereço.

A Ambev anunciou na última terça-feira (17) que vai distribuir 500 mil unidades de álcool em gel para hospitais públicos das três cidades com mais casos de coronavírus no momento: São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Desde então, começaram a circular mensagens no WhatsApp e publicações no Facebook que enganam ao dizer que a empresa de bebidas vai disponibilizar 1 milhão de unidades do produto para quem se cadastrar nos links que são compartilhados. Além de a informação ser falsa, segundo a assessoria da empresa, tais links levam a sites falsos que recolhem dados pessoais dos usuários.

Em nota enviada ao Aos Fatos, a Ambev negou que esteja distribuindo ou vendendo álcool em gel para pessoas físicas. Também alertou que usa apenas o seu site e os seus canais oficiais nas redes sociais para divulgar as suas ações.

Os dois links compartilhados com as peças de desinformação direcionam os interessados em receber álcool em gel a sites que pedem o cadastro de dados pessoais. Um deles solicita o CEP das pessoas para informar pontos de distribuição gratuita do produto. Em seguida, pede que a publicação seja compartilhada para que seja gerada uma senha de cadastro que, supostamente, servirá para retirar o álcool em gel. O outro site solicita nome completo, endereço, cidade e estado e, também, que a publicação seja compartilhada para que seja gerada a senha.

Esses procedimentos se assemelham aos usados em golpes digitais de roubo de dados pessoais. Neles, os pedidos de compartilhamentos também são muito comuns, porque ampliam o número de pessoas atingidas. O Aos Fatos tem um guia que orienta como não cair nesse tipo de golpe.

Referências:

1. Ambev


De acordo com nossos esforços para alcançar mais pessoas com informação verificada, Aos Fatos libera esta reportagem para livre republicação com atribuição de crédito e link para este site.