Aos Fatos

Foto de Keanu Reeves rodeado de gatos é montagem

Por Bernardo Moura

4 de junho de 2019, 17h18


Sites e publicações nas redes sociais têm veiculado como verdadeira uma montagem em que o ator Keanu Reeves aparece rodeado de gatos. A foto começou a circular na internet em 2010, na esteira do meme “Sad Keanu” (Keanu triste, em inglês), e agora aparece ilustrando textos que sustentam que “durante suas viagens”, Reeves costuma salvar gatos “da eutanásia”. Aos Fatos não encontrou evidências que comprovem essa afirmação.

Com mais de 90 mil compartilhamentos até esta terça-feira (4), posts no Facebook que trazem a montagem do ator canadense reproduzem publicações da página Love Gatos e dos sites Eu tenho um gatinho e você? e VegNutri. Todos foram marcados com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona).


FALSO

Ator americano Keanu Reeves salva gatos da eutanásia

O ator americano Keanu Reeves salvou da eutanásia muitos gatos. Durante as suas viagens por todos os lados do mundo, todas as vezes que encontrava um gato em perigo de vida, ele o levava consigo para os Estados Unidos. Todos os gatos foram esterilizados e vacinados e hoje vivem em uma casa refúgio toda para eles.

A imagem acima tem circulado nas redes sociais como verdadeira, mas é uma montagem. Ela apareceu primeiro na internet em 2010, nos EUA, na esteira do meme “Sad Keanu” (Keanu triste, em inglês). Nele, uma foto do ator sentado em um banco com uma expressão séria foi inserida em uma série de outras imagens famosas ou curiosas, como a dos gatos.

A foto original foi captada por Ron Asadorian, do Splash News. Confira abaixo:

A seguir, a imagem de Keanu Reeves que gerou os memes “Sad Keanu”:

Aos Fatos também não encontrou informações que deem respaldo à afirmação de que Keanu Reeves teria o costume de salvar gatos “da eutanásia” durante suas viagens e que todos são levados a uma casa nos EUA.

Porém, é verdade que o ator está envolvido em causas filantrópicas: é diretor de uma fundação que ajuda a financiar hospitais infantis e contribui para ONGs que auxiliam crianças com câncer e organizações que defendem os direitos dos animais, como a PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), informou o site de checagem norte-americano Snopes, que desmentiu a história em meados de abril.

Aliás, o conteúdo verificado como falso pelo Snopes, e também pelo site americano Hoax or Fact, foi publicado inicialmente por uma página brasileira no Facebook, a Love Gatos. Postada em 15 de abril com a montagem e o texto em português, a publicação já reunia 37 mil compartilhamentos até a tarde desta terça-feira (4). Posteriormente, sites como Eu tenho um gatinho e você? e VegNutri reproduziram a desinformação em postagens publicadas entre abril e junho.