Aos Fatos

Seja um apoiador

Checamos

Leia as últimas declarações checadas pela equipe do Aos Fatos

Mais

Explore todos os nossos conteúdos e checagens

É falso que primeira-dama pediu ao governo envio de veterinários para resgatar animais em Brumadinho

Por Luiz Fernando Menezes

28 de janeiro de 2019, 17h20


Não é verdade que a primeira-dama Michelle Bolsonaro teria requisitado ao Ministério da Agricultura o envio de cem veterinários para auxiliar as buscas por animais que foram vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho (MG). Além do órgão ter desmentido a informação enganosa, a publicação que vem sendo reproduzida nas redes foi feita originalmente em um perfil falso da mulher do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

No Facebook, uma das reproduções do post, publicada pela página Brasil Acima de Tudo, já acumula mais de 15 mil compartilhamentos. Essa e dezenas de outras postagens que trazem o conteúdo enganoso foram marcadas por Aos Fatos com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona). Publicações semelhantes foram identificados também no Instagram e no Twitter.


FALSO

Michelle Bolsonaro: Pedi com os olhos cheios de lágrimas para o Ministro da Agricultura o envio de veterinários para cuidar dos animais que estavam sendo esquecidos, ele disponibilizou cerca de 100 médicos veterinários que já estão em Brumadinho dando auxílio na recuperação dos animais que sobreviveram, muitos animais estão bem debilitados, mas os veterinários afirmam que poucos correm riscos de vida.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro não tem um perfil ou página oficiais no Facebook. O que há, naquela rede social, são diversos perfis falsos e páginas “de apoio” à ela, como é o caso da que viralizou desde domingo (27).

Nesta segunda-feira (28), Aos Fatos entrou em contato com a assessoria do Ministério da Agricultura que, por telefone, negou que tenha recebido qualquer pedido semelhante ao descrito na publicação, seja de Michelle Bolsonaro, ou de órgão governamental.

A foto que ilustra o post também é enganosa. Usada em sites de notícia desde 2007, pelo menos, ela mostra cirurgia feita em um cavalo dentro de um dos hospitais veterinários da Unesp, em São Paulo.

A publicação viral também erra ao dizer que há um ministro da Agricultura, quando, na verdade, a pasta é chefiada por uma mulher: Tereza Cristina.

O Boatos.org também publicou uma verificação semelhante sobre esta peça de desinformação.

Resgate. O MP MG (Ministério Público do Estado de Minas Gerais) fez uma recomendação à Vale para que seja elaborado um plano emergencial de localização, resgate e cuidado dos animais atingidos e requisitou o envio de relatórios diários sobre as medidas adotadas em prol dos animais impactados.

Segundo o Globo, grupos de proteção aos animais reclamam da falta de apoio da empresa para o resgate de bois, vacas, capivaras e cachorros. Voluntários relatam ainda que seu trabalho tem sido prejudicado pelos bombeiros e policiais, que os impedem de resgatar os animais.