Aos Fatos

Seja um apoiador

Checamos

Leia as últimas declarações checadas pela equipe do Aos Fatos

Mais

Explore todos os nossos conteúdos e checagens

É falsa capa da Veja que diz que Interpol descobriu desvio de US$ 500 bi por petistas

Por Luiz Fernando Menezes

13 de janeiro de 2020, 16h38


Não é verdade que a Veja publicou uma reportagem com destaque na capa da revista sobre uma descoberta da Interpol de um desvio de US$ 500 bilhões feito por integrantes do PT. A imagem que tem sido difundida nas redes sociais (veja aqui) é uma montagem que circula desde 2013, quando a própria revista negou que tenha produzido tal conteúdo.

A peça de desinformação voltou a ser compartilhada nos últimos dias no Facebook, onde acumulava mais de 2.100 compartilhamentos até a tarde desta segunda-feira (13). Todas as postagens foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de monitoramento da plataforma (entenda como funciona).


FALSO

É falsa a imagem de uma capa da revista Veja que traz a foto do ex-presidente Lula e a manchete “Interpol descobre desvio de mais de US$ 500 bilhões em Paraíso Fiscal em nome de 18 integrantes do PT”. A montagem circula nas redes sociais desde janeiro de 2013 e foi desmentida pela própria revista.

Além de informar que não havia publicado tal reportagem, a revista, em nota publicada à época, chamou a atenção dos leitores para um erro no texto da capa. “O leitor que não percebesse o erro na representação da moeda americana (“US” em lugar de “US$”) poderia ser enganado pela imagem que em quase tudo se parece com uma capa autêntica: o logotipo da Editora Abril, que publica a revista, o destaque para outros assuntos no topo da página, a chamada principal revelando mais uma falcatrua envolvendo políticos”, disse.

Além do erro apontado, a capa ainda traz informações enganosas, como número de edição (3223, quando a última edição foi a número 2669) e data (não houve edição no dia 13 de janeiro, mas no dia 9).

Aos Fatos também procurou por notícias de 2013 até a atualidade sobre o suposto desvio encontrado pela Interpol, mas nada foi encontrado.

Referências:

1. Veja
2. Folha de S.Paulo