Aos Fatos

Arnaldo Jabor não escreveu texto em que declara voto em Jair Bolsonaro

Por Bernardo Moura

5 de setembro de 2018, 19h54


Arnaldo Jabor não declarou voto em Jair Bolsonaro, presidenciável do PSL. É falso o texto (veja aqui e aqui) atribuído ao cineasta e jornalista que vem sendo compartilhado nas redes sociais. O desmentido partiu do próprio Jabor em vídeo publicado em seu canal no YouTube no último domingo (2).

O texto dessa corrente foi repassado por uma leitora do Aos Fatos via WhatsApp com um pedido para checagem. Para enviar a sua sugestão, adicione o número (21) 99956-5882 na sua agenda e envie uma mensagem (saiba mais).

Leia abaixo, em detalhes, o que verificamos.


FALSO

Bolsonaro é o meu candidato ideal? Não. Mas vou votar nele? Vou. Como eu classificaria o meu voto? Voto útil. — Arnaldo Jabor

Não é de Arnaldo Jabor um texto que circula nas redes sociais com argumentos para eleitores inclinados a escolher João Amoêdo, do Partido Novo, aderirem à candidatura de Jair Bolsonaro, do PSL. Em um vídeo publicado no seu canal do YouTube no domingo (2), o cineasta e jornalista não só nega a autoria da mensagem, como chama o presidenciável e seu vice, o general Hamilton Mourão, de “dois nazistas que podem transformar o Brasil numa desgraça definitiva”.

Diz Jabor no vídeo: “está circulando na internet um boato sórdido de que eu teria dito que votaria no Bolsonaro e no seu vice Mourão. Isso é uma mentira. Eu jamais faria isso”. Mais adiante, ele expõe suas razões: “eles são apoiadores de torturadores, da ditadura militar, além de serem ignorantes e despreparados. Não votem nesses dois caras. Bolsonaro é uma ameaça para o país”.

O tom do vídeo é bem distinto do observado no texto que foi atribuído a Jabor. Na mensagem, o argumento é que o voto no candidato do Partido Novo só favorece a esquerda: “votando no Amoêdo estarei ajudando a esquerda a chegar ao segundo turno, e até mesmo ajudando a esquerda a vencer as eleições. É como se eu votasse em branco, anulasse o meu voto, ou não fosse votar!”.

O texto traz ainda justificativas para a escolha: “então por que vou votar no Bolsonaro? Porque o meu voto é contra a esquerda. Porque ele é a única opção que tenho! Ele é o único candidato que tem a chance real de derrotar a esquerda já no primeiro turno! Então o meu voto é dele desde o primeiro turno. Ele está na política tempo o suficiente e não se deixou corromper”.

Em sua checagem sobre o tema, o Comprova — coalizão de 24 veículos brasileiros do qual Aos Fatos é parceiro institucional —, identificou que o texto começou a circular em redes sociais, como o Facebook e o WhatsApp, em agosto deste ano, mas a autoria só passou a ser atribuída a Arnaldo Jabor no fim daquele mês.

Além do Comprova, o falso texto de Jabor já foi checado pelo Boatos.org.