Aos Fatos

Haddad não disse que Bolsonaro faltou a debate porque 'fede'; justificativa é de aliado do deputado

Por Alexandre Aragão

25 de outubro de 2018, 18h20


Uma imagem que circula no WhatsApp distorce e tira de contexto uma frase do candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, sobre o adversário Jair Bolsonaro (PSL) não comparecer a debates “porque ele fede”. Na verdade, Haddad apenas comentou uma frase do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), aliado de Bolsonaro, que declarou: “Um colostomizado peida, fede no meio de um debate político. Acha adequado isso?”.

A frase de Lorenzoni, que é cotado para ser ministro-chefe da Casa Civil caso Bolsonaro vença, foi dita em 16 de outubro, quando ele explicou que o candidato do PSL não participaria de nenhum debate no segundo turno: “Alguém que está há três anos e meio falando, mostrando suas ideias, caminhando em lugares que vocês não vão, mas ele foi, conquistou tudo que ele conquistou, ele tem que dizer mais o quê?”, questionou, antes de citar a colostomia.

Dias depois, durante um comício em Fortaleza, Fernando Haddad afirmou: “Por que ele foge de debate? O possível ministro da Casa Civil dele, que é tão desqualificado quanto ele, diz que ele foge do debate porque fede. Ele não mentiu. Faz 28 anos que ele está no Congresso Nacional e só vomita barbaridades”.

Por conter trecho de um comentário verídico, mas fora do contexto em que foi proferido, o conteúdo foi classificado por Aos Fatos com o selo DISTORCIDO. Ele foi enviado por leitores via WhatsApp como uma sugestão de checagem (saiba mais). Para participar, adicione o número (21) 99956-5882 na sua lista de contatos e envie uma mensagem com o seu nome.


DISTORCIDO

“Ele foge do debate porque ele fede”, disse Haddad

Logo após o primeiro turno, Bolsonaro disse que poderia participar de debates caso fosse liberado pelos médicos que o acompanham desde que foi vítima de um atentado, em Juiz de Fora (MG). Aos poucos, o candidato mudou o discurso e admitiu que poderia não comparecer por estratégia.

Questionado em 16 de outubro se era estratégico o motivo para Bolsonaro não ir aos debates, Onyx Lorenzoni disse: “Tu já entrou no Google para ver o que é colostomizado? Então olha e pergunta pra ti mesma, não pra mim, se tu acha que uma pessoa assim pode ir num debate televisivo.”

Mais à frente, o deputado declarou: “Quer que eu fale em bom português? Um colostomizado peida, fede no meio de um debate político. Acha adequado isso?”

Desde setembro, quando Bolsonaro recebeu alta do hospital, sabe-se que o presidenciável terá que passar por uma nova cirurgia para reverter a colostomia. De acordo com os médicos que atendem o candidato, o procedimento deve acontecer em dezembro, conforme mostrou reportagem da Record.

No mesmo discurso em que se referiu a Bolsonaro como “soldadinho de araque” e o instou a “falar na minha cara”, em Fortaleza, no Ceará, Haddad comentou a frase de Onyx: “Por que ele foge de debate? O possível ministro da Casa Civil dele, que é tão desqualificado quanto ele, diz que ele foge do debate porque fede. Ele não mentiu. Faz 28 anos que ele está no Congresso Nacional e só vomita barbaridades”, concluiu o petista.