Aos Fatos

Vídeo de 2015 foi adulterado para parecer pró-Bolsonaro

19 de setembro de 2018, 14h22


Vídeo que circula no Facebook ao menos desde segunda-feira (17) não mostra uma manifestação em Brasília a favor de Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência, mas um protesto pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) realizado na capital federal em 2015. A versão que está na rede teve o áudio alterado para fazer parecer que há um coro em favor do deputado, que hoje lidera a corrida ao Palácio do Planalto.

Após checagem do Comprova sobre o tema, Aos Fatos constatou que uma das páginas que disseminou a desinformação, e que já tinha mais de 1 milhão de visualizações, retirou o conteúdo do ar, mas o vídeo adulterado permanece em posts de perfis pessoais no Facebook. Um deles foi denunciado por usuários da rede social e marcado como FALSO na ferramenta de verificação (entenda como funciona).

O Comprova é uma coalizão que reúne 24 veículos de imprensa brasileiros com o intuito de combater a desinformação nas redes sociais. Aos Fatos é parceiro institucional da iniciativa.

Confira abaixo, em detalhes, o que foi verificado.


FALSO

Um milhão de pessoas se reúnem por Bolsonaro em Brasília! É de arrepiar! E ainda dizem que ele não vencerá no primeiro turno, mas é claro que eu não acredito!

É falso o vídeo publicado no Facebook que alega que um milhão de pessoas fizeram um "coro de arrepiar" na Esplanada dos Ministérios em defesa de Jair Bolsonaro, candidato à Presidência pelo PSL, como publicou — e depois apagou — a página Jair Bolsonaro Presidente 2018. A gravação original foi postada no YouTube em 15 de março de 2015 em um ato pelo impeachment da então presidente Dilma Rousseff (PT).

Para encontrar o conteúdo original, o Comprova fez uma análise do vídeo. Em uma cena da gravação, aparece uma pessoa com um cartaz escrito "Fora Dilma", bastante difundido durante os protestos contra o segundo governo da petista, entre 2015 e 2016.

A partir disso, foi realizada uma busca no Google Vídeos com as seguintes palavras-chaves: "fora" "dilma" "manifestação" "brasília". Na primeira página dessa busca foi possível encontrar o vídeo em questão.

A gravação original foi publicada no YouTube por Mairon Oliveira, advogado e morador do Distrito Federal. Ao Comprova, ele confirmou a autoria do vídeo. "Isso foi em 2015 na manifestação 'fora Dilma'. Não tem nada a ver com o Bolsonaro", disse.

Além disso, de acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, publicada em 15 de março de 2015, a Polícia Militar do Distrito Federal estimou que a manifestação pelo impeachment reuniu 40 mil pessoas e não um milhão como diz a descrição do vídeo enganoso. Já os organizadores do protesto, na época, diziam que cerca de 100 mil foram à Esplanada dos Ministérios.

Apagado após a publicação da checagem do Comprova, o vídeo postado pela página Jair Bolsonaro Presidente 2018 já tinha mais de 1 milhão de visualizações e quase 5.000 compartilhamentos desde que foi ao ar, na segunda-feira (17), segundo o CrowdTangle, ferramenta que mede o alcance de posts nas redes sociais.

Por meio do programa de verificação de informações do Facebook, usuários da rede denunciaram o mesmo conteúdo postado na última terça-feira (18), em um perfil pessoal, com mais de 200 compartilhamentos e 4.000 visualizações. Esta publicação foi marcada como FALSA na ferramenta disponibilizada pela rede social.