Aos Fatos

Seja um apoiador

Checamos

Leia as últimas declarações checadas pela equipe do Aos Fatos

Mais

Explore todos os nossos conteúdos e checagens

Texto nas redes sociais traz informações falsas sobre pais de Greta Thunberg

Por Luiz Fernando Menezes

26 de setembro de 2019, 12h13


São falsas as informações de que o pai da ativista sueca Greta Thunberg teria saído de casa para morar com um namorado na Alemanha, que a mãe dela seria lésbica, adepta do satanismo e daria aulas sobre aborto para adolescentes e que a menina viveria hoje na casa de um integrante do Estado Islâmico. As afirmações enganosas constam em texto que circula em publicações nas redes sociais nos últimos dias (veja aqui).

Na verdade, Svante Thunberg, Malena Ernman e suas duas filhas, Greta e Beata, moram juntos na cidade de Estocolmo, na Suécia. Ele é ator e produtor, ela, cantora de ópera. Os dois são casados desde 2004 e vivem na capital sueca.

No Facebook, publicações com as informações falsas já acumulavam cerca de 1.500 compartilhamentos até a tarde desta quinta-feira (26) e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona). O mesmo conteúdo também circula como corrente no WhatsApp, onde não é possível mensurar com exatidão seu alcance. O texto foi enviado por leitores do Aos Fatos no aplicativo de mensagens como uma sugestão de checagem (inscreva-se aqui).


FALSO

[Greta Thunberg] nunca teve infância pois o pai cientista social gay foi morar com o namorado na Alemanha. A mãe lésbica satanista dá aulas sobre aborto para adolescentes e fez campanha para Hillary. Hoje ela vive na casa de um militante do ISIS disfarçado de taxista em Estocolmo.

O pai de Greta Thunberg, Svante Thunberg, é ator de teatro e TV e atualmente trabalha como produtor. Ele é casado com Malena Ernman, mãe da ativista pelo clima, desde 2004. São falsas, portanto, as afirmações de que ele seria “cientista social gay” e que “foi morar com o namorado na Alemanha”. Uma foto publicada no Instagram de Malena em dezembro de 2018 mostra a família reunida em casa para o Natal.

Aos Fatos também não identificou indícios ou provas de que a mãe de Greta seria “lésbica” ou “satanista” e que “dá aulas sobre aborto para adolescentes”. Cantora de ópera, Malena Ernman é uma mezzo-soprano e chegou a representar a Suécia no Eurovision 2009.

O texto checado exagera, ainda, ao afirmar que Malena fez campanha para Hillary Clinton nas eleições americanas de 2016. Aos Fatos identificou uma publicação no Facebook em que ela endossa a então candidata do Partido Democrata, mas também faz ressalvas. “Eu não tenho nenhuma percepção pessoal da política de Clinton mais do que ela parece ser uma típica candidata presidencial americana”, destacou, em um comentário aos seguidores.

Por fim, Aos Fatos não encontrou provas ou indícios de que Greta Thunberg resida hoje em uma casa pertencente a “um militante do ISIS [Estado Islâmico, organização terrorista] disfarçado de taxista em Estocolmo”. Os registros existentes dão conta de que ela e sua família moram juntos em uma casa na capital sueca, como esta reportagem do The Guardian.

A Agência Lupa também realizou uma checagem semelhante sobre este boato.

Referências:

1. Bokförlaget Polaris
2. The Guardian