Aos Fatos

Presidente da China não declarou III Guerra Mundial; legendas em vídeo são falsas

Por Luiz Fernando Menezes

8 de fevereiro de 2019, 17h27


O vídeo do discurso de Ano-Novo do presidente da China, Xi Jinping, gravado no final de 2018, está circulando nas redes sociais com legendas falsas, que dizem que ele declarou a III Guerra Mundial, tendo os EUA e outros países como inimigos, o que não é verdade.

No vídeo original, Jinping deseja feliz ano novo e elenca conquistas obtidas pelo país em 2018. Na mensagem, inclusive, o presidente prega a paz mundial.

A legenda falsa aparece em diversos vídeos no YouTube e em publicações no Facebook. Todas foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona).


FALSO

URGENTÍSSIMO: China manda recado aos EUA e ao mundo, preparem-se para tudo, iremos entrar em uma Terceira Guerra Mundial

Começou a circular nas redes sociais nesta quinta-feira (7) um vídeo do presidente chinês Xi Jinping com legendas falsas para dizer que ele estaria declarando uma nova guerra mundial.

Jinping, no entanto, nunca disse isso. O vídeo original, publicado em 31 de dezembro do ano passado, é uma mensagem de Ano-Novo do presidente chinês. Na legenda original da CGTN (China Global Television Network, canal de televisão chinês), o presidente diz o seguinte na parte que foi traduzida enganosamente:

“Companheiros, amigos, senhoras e senhores, saudações a todos. ‘O tempo não pára para ninguém e as estações continuam mudando’. Enquanto começamos 2019, eu gostaria de estender meus desejos de Ano-Novo de Pequim para todos vocês! 2018 foi um ano cheio, e nós nos aproximamos com determinação firme. Apesar de todos os tipos de riscos e desafios, nós levamos nossa economia para o desenvolvimento de alta qualidade, aceleramos a substituição dos antigos motores de crescimento e mantivemos os principais indicadores econômicos dentro de um intervalo razoável.”

No discurso, Jinping fez ainda um apelo por união em 2019 que, segundo ele, será um ano marcado por “desafios e oportunidades”. Ao contrário do que dizem as publicações nas redes sociais, o presidente chinês afirmou que “a sinceridade e a boa vontade da China para salvaguardar a paz mundial e promover o desenvolvimento comum não mudarão". O texto completo, em inglês, pode ser conferido aqui.