Aos Fatos

Não é verdade que alunos de universidade federal criaram 'ateliê de arte anal'

Por Luiz Fernando Menezes

13 de maio de 2019, 15h40


Não foi tirada no Brasil nem tem relação com qualquer universidade federal brasileira a foto em que um artista esguicha tinta de seu próprio ânus em uma tela branca. A imagem, na verdade, é de uma série performática do americano Keith Boadwee realizada em 1996 nos EUA. A foto vem sendo utilizada nas redes sociais como se registrasse um “ateliê de arte anal” criado por alunos de alguma instituição federal.

A peça de desinformação tem sido difundida no Facebook por perfis pessoais e páginas como GloboLixo, onde acumulava mais de 3.000 compartilhamentos até a tarde desta segunda-feira (13). Todas as publicações foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação (entenda como funciona).


FALSO

Alunos de uma universidade federal criam ateliê de arte anal. ‘Não quero nem imaginar como ele colocou essa tinta aí…’

A foto do artista americano Keith Boadwee (link contém imagens impróprias para menores) está sendo compartilhada nas redes sociais como se fosse um “ateliê anal” criado por alunos de uma universidade federal brasileira. A imagem em questão foi retirada da série performática “Blue Squirt” (Esguicho Azul, em inglês), produzida em 1996 nos EUA.

Boadwee é formado na UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles) e foi professor do California College of Arts de 2004 a 2015. Seu trabalho explora principalmente a sexualidade e as narrativas escatológicas para criticar a história da arte. Além de trabalhos performativos como o Purple Squirt e o Blue Squirt, o artista também é conhecido pelos autorretratos fotográficos homoeróticos. Ainda segundo seu currículo, Boadwee nunca apresentou uma de suas performances no Brasil.

Aos Fatos também procurou informações sobre a criação de um “ateliê de arte anal” no Brasil e não obteve resultados. Os registros encontrados sobre temas semelhantes abordam a performance “Macaquinhos”, em que atores exploravam os ânus uns dos outros. Realizada por um grupo de teatro no Sesc Patativa do Norte, em Juazeiro do Norte (CE), em novembro de 2015, a apresentação não tinha relação com universidades federais.