Aos Fatos

Gleisi não propôs faixas com a frase ‘Residência livre de armas’; tweet é falso

Por Luiz Fernando Menezes

16 de janeiro de 2019, 15h03


É falso o tweet no qual a senadora e deputada federal eleita Gleisi Hoffmann (PT-PR) propõe que pessoas contrárias ao decreto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que flexibilizou a posse de armas pendurem na frente de suas casas uma faixa com a frase “Residência livre de armas”. Não há qualquer publicação parecida na conta da senadora e o tweet apresenta características de montagem.

Ainda assim, o post falso disseminado por perfis como o AntiCurruPTus (@curruPTus) e Corrupção Brasileira Memes (@CorrupcaoMemes) tem sido tomado como verdadeiro por usuários não só do Twitter, mas de outras redes sociais, como o Facebook. Por lá, posts com reprodução do tweet enganoso também foram denunciadas por usuários e marcados com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona).


FALSO

Gleisi Hoffman: Vamos mostrar quem luta pela paz! Coloque uma faixa bem grande na sua casa com os dizeres: “Residência livre de armas”

A publicação falsa começou a ser compartilhada no Twitter logo após o anúncio do decreto presidencial que flexibilizou a posse de armas de fogo no Brasil, nesta terça-feira (15). O post, no entanto, nunca foi publicado pela senadora.

Em uma pesquisa no perfil oficial @gleisi, não houve nenhum tweet com a declaração citada. Sobre o decreto, a senadora só se pronunciou por meio de duas publicações — uma comentando a decisão do governo e outra, que cita a última pesquisa do Datafolha, informando que o PT entrará com decreto legislativo para revogar a medida.

Além disso, é possível perceber características de montagem apenas observando o tweet em questão: não há o selo de conta verificada ao lado do nome do perfil, a foto é quadrada em vez de redonda e o botão de “Seguindo” não é parecido com o original do Twitter.

A única postagem parecida com a citada pelo boato foi encontrada em um perfil do Twitter que nada tem a ver com a senadora.

Procurada por Aos Fatos nesta quarta-feira (16), a assessoria da senadora respondeu que a publicação "não foi postada nas redes sociais da presidenta do PT, Gleisi Hoffmann".

O decreto. O presidente Jair Bolsonaro assinou na manhã da última terça-feira (15) um decreto para facilitar a posse de armas de fogo. No novo texto, é permitido aos cidadãos manterem armas de fogo em suas residências, desde que cumpridos alguns requisitos, como morar em cidades com índices anuais de mais de dez homicídios por cem mil habitantes, residir em área rural, comprovar existência de cofre ou local seguro para armazenamento da arma e não ter antecedentes criminais, por exemplo.

Vale ressaltar que a posse é a autorização para manter uma arma de fogo em casa. O porte de armas, que não foi abarcado pelo decreto, que permite que cidadãos possam andar com uma arma na rua. Suas regras, no entanto, são bem mais rigorosas.