Aos Fatos

Seja um apoiador

Checamos

Leia as últimas declarações checadas pela equipe do Aos Fatos

Mais

Explore todos os nossos conteúdos e checagens

Gilmar Mendes não mandou excluir perfis de Carlos Bolsonaro em redes sociais

Por Luiz Fernando Menezes

12 de novembro de 2019, 17h24


Publicações que circulam nas redes sociais enganam ao afirmar que o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes teria ordenado a exclusão dos perfis do vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC) de todas as redes sociais (veja aqui). A desinformação foi negada ao Aos Fatos pelas assessorias da Corte, do Twitter, do Facebook e do Instagram.

Nesta terça-feira (12), os perfis do filho do presidente Bolsonaro nessas redes sociais foram excluídos. Procurado, o filho do presidente informou por meio de seu gabinete que não tem nada a declarar. Registros na imprensa indicam que ele próprio teria deletado as contas.

A peça de desinformação que relaciona a exclusão ao ministro do STF já havia sido compartilhada ao menos 10 mil vezes no Facebook até a tarde desta terça-feira (12). Posts com a desinformação foram marcados com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (veja como funciona).


FALSO

URGENTE. CARLOS BOLSONARO foi EXPULSO de TODAS as redes sociais (Twitter, Face, Instagram) por ordem de GILMAR MENDES após a mobilização da hashtag #ImpeachmentGilmarMendes.

Os perfis oficiais do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) foram excluídos das três principais redes sociais — Facebook, Twitter e Instagram — na manhã desta terça-feira (12). Pouco tempo depois, uma série de publicações nas redes passou a sugerir que a exclusão teria sido obra das próprias plataformas após uma ordem do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes. Nada disso, porém, é real.

A Secretaria de Comunicação do STF negou que Mendes tenha dado qualquer ordem do tipo. Segundo o órgão, a informação veiculada nas redes sociais “é mentira”.

O Twitter afirmou que “não tomou qualquer medida em relação a essa conta”. O Facebook, que também responde pelo Instagram, disse que a acusação de exclusão dos perfis “não é verdade”.

Procurado por Aos Fatos, o vereador Carlos Bolsonaro informou, por meio de sua assessoria, que “não tem nada a declarar”.

De acordo com a Folha de S.Paulo e a coluna de Lauro Jardim no O Globo, que citam como fontes pessoas próximas ao vereador, ele próprio teria excluído as contas nas redes sociais.

O hiato deve durar um mês e foi motivado por irritação “com muita coisa que anda acontecendo”, como relatou a nota da coluna de Jardim.

Referências:

1. Folha de S.Paulo
2. O Globo