Aos Fatos

Fotos de erros em cartazes de manifestantes pró-governo são montagens

Por Luiz Fernando Menezes

28 de maio de 2019, 16h14


Foram editadas três fotos que exibem erros ortográficos e mensagens falsas em cartazes e faixas atribuídos a manifestantes a favor do governo Bolsonaro nos atos do último domingo (26). Aos Fatos identificou elementos de manipulação nas imagens em que há um banner com a palavra “honestidade” sem o “h”; em que uma mulher segura um cartaz com erros crassos, como “educassão” e “muinto”; e em que duas manifestantes erguem placas com frases como “Apoiamos: o fim da previdência” e “Queiroz Livre”.

As imagens editadas foram publicadas no Facebook por perfis pessoais e páginas, reunindo, até a tarde desta terça-feira, mais de 7.100 compartilhamentos. Todas essas publicações foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação do Facebook (entenda como funciona).


FALSO

Presidente, sua onestidade me basta.

Uma imagem editada que mostra uma faixa onde está escrita a palavra “honestidade” sem o “h” circula nas redes sociais em publicações de usuários que questionam a inteligência do público que participou dos protestos a favor do presidente Bolsonaro.

Aos Fatos não conseguiu localizar a foto original do banner, o que não nos permite afirmar que ela tenha sido feita, de fato, em um dos atos do último domingo. Porém, uma análise mais detalhada da imagens evidencia a edição que foi feita na faixa da foto, demonstrando que a letra ‘h’ foi apagada.

Ao escurecer a imagem (ver acima), é possível verificar claramente um retângulo inserido digitalmente no local onde deveria estar o ‘h’. A ausência de brilho e das dobras do cartaz no local também indicam que houve manipulação.


FALSO

Sou há favor dos corte na educassão governo já investi muinto

Também circula nas redes sociais a foto digitalmente manipulada de uma mulher segurando um cartaz recheado de erros ortográficos, como “educassão”, “muinto” e “há favor”.

A manipulação fica evidente ao escurecer a imagem (veja acima): pode-se verificar que há uma mensagem atrás da que é apresentada pela montagem e uma mancha sobre a qual o texto com os erros foi inserido.

A AFP encontrou a foto original: ela foi publicada pela conta do BuzzFeed News Brasil e realmente foi feita em um dos protestos de domingo. No cartaz real, está escrita a mensagem "Chamem o cabo e o soldado. Vergonha do STF".


FALSO

Apoiamos: o fim da Previdência e do Ensino Universitário! A entrega da EMBRAER, da Petrobras, do BB, CEF, Correios etc.

Uma outra imagem editada (à esquerda) que vem circulando nas redes traz duas mulheres segurando cartazes, um deles com os dizeres “Apoiamos: o fim da Previdência e do Ensino Universitário! A entrega da Embraer, da Petrobras, do BB, CEF, Correios etc.” e outro com “Pátria Amada. Queiroz Livre!”.

Na imagem original (à direita), publicada por um perfil pessoal no Twitter, no entanto, é possível ver que as causas defendidas pelas duas manifestantes não tinham nenhuma relação com as sugeridas pelo boato.

Outras montagens. Nesta segunda-feira (27), Aos Fatos verificou ser falsa imagem que mostra um banner em uma das manifestações de domingo com a palavra “forca” em vez de “força”. A foto, feita em um carro de som no ato promovido em Belo Horizonte (MG), foi manipulada digitalmente para retirada do cedilha.


Esta checagem foi atualizada às 10h35 do dia 29 de maio de 2019 para adicionar a foto original utilizada pela montagem dos erros de português.