Aos Fatos

É uma montagem a interação de Guaidó com Bolsonaro no Twitter

Por Luiz Fernando Menezes

11 de março de 2019, 16h09


Montagem que circula nas redes sociais cria uma interação fictícia entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, no Twitter, tendo como pano de fundo uma piada do ator José de Abreu, que se autoproclamou presidente do Brasil.

Na peça de desinformação, o presidente brasileiro teria postado uma indireta para Abreu ao escrever "Se autoproclamar presidente é fácil, quero ver governar". Em resposta ao tweet, o colega venezuelano publicou: "Um chefe de Estado não exerce a democracia pelo Twitter". Nada disso existiu, na realidade.

A montagem foi publicada por páginas no Facebook, como a Nova Esquerda Pernambucana. Até a publicação desta checagem, cerca de 4.200 pessoas haviam compartilhado esta desinformação. Todas as publicações com o conteúdo enganoso foram marcadas por Aos Fatos com o selo FALSO na ferramenta de verificação do Facebook (entenda como funciona).


FALSO

Bolsonaro: Se autoproclamar presidente é fácil, quero ver governar. Boa noite a todos! Juan Guaidó: Un jefe de estado no ejerce la democracia por el twitter.

O tweet com a indireta para José de Abreu nunca foi postado por Bolsonaro, como pode ser verificado na ferramenta de Aos Fatos Tweets de Bolso, o banco de dados dos tweets e retweets do presidente, mesmo que tenham sido apagados. Não há nenhuma outra publicação semelhante no perfil do presidente.

Em um tweet do dia 23 de janeiro, Bolsonaro diz que o Brasil o reconhece como presidente da Venezuela. É uma das únicas menções dele ao colega do país vizinho.

Se o tweet de Bolsonaro é falso, a resposta de Guaidó também é. Aos Fatos não identificou mensagem com esse teor entre as respostas publicadas pelo autoproclamado presidente interino da Venezuela no Twitter.

Dizendo que se inspira no presidente interino autoproclamado da Venezuela, Juan Guaidó, o ator José de Abreu se proclamou presidente do Brasil em seu Twitter no dia 25 de fevereiro. As postagens incluíram até uma foto do ator com a faixa presidencial. A piada, no entanto, não agradou Bolsonaro, que no dia 6 respondeu Abreu dizendo que iria processá-lo.

Outro lado. Aos Fatos entrou em contato com a página Nova Esquerda Pernambucana para apontar os erros encontrados pela reportagem. A página, por mensagem, agradeceu ao alerta, disse que deletou a postagem de seu feed e prometeu que vai "fortalecer a política de verificação de veracidade".


Esta checagem foi atualizada às 20h31 do dia 11 de março de 2019 para acrescentar a resposta da página Nova Esquerda Pernambucana.