Aos Fatos

Seja um apoiador

Checamos

Leia as últimas declarações checadas pela equipe do Aos Fatos

Mais

Explore todos os nossos conteúdos e checagens

É falso que Portuguesa, time de São Paulo, decretou falência

Por Bruno Fávero

3 de outubro de 2019, 20h08


Não é verdade que a Portuguesa, clube de futebol de São Paulo, tenha decretado falência, como afirmam postagens que circulam no Facebook (veja aqui). Além de o próprio clube ter emitido uma nota desmentindo a informação, não há registros da ocorrência no Banco de Falências do TST (Tribunal Superior do Trabalho) nem em veículos de imprensa. O CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do time também consta como ativo no site da Receita Federal.

A desinformação foi publicada em posts de páginas no Facebook que acumulavam ao menos 1.500 compartilhamentos até a noite desta quinta-feira (3). O conteúdo foi marcado com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (veja como funciona).


FALSO

A Portuguesa declara falência!

Oficialmente Adeus, a um dos clubes com mais tradição e que mais revelava craques para o futebol Brasileiro, hoje o futebol brasileiro perde uma parte que era de suma importância pra qualidade de futebol, uma pena!

É falso que a Associação Portuguesa de Desportos, clube de futebol de São Paulo, tenha falido e encerrado suas atividades, como afirmam postagens no Facebook.

O próprio time negou a informação em nota divulgada à imprensa nesta quinta-feira (3) e, apesar de admitir dificuldades financeiras, afirmou que jogará a série A2 do Campeonato Paulista no ano que vem.

"Apesar de todas as dificuldades financeiras esta Associação Portuguesa de Desportos continua em pé, a lutar por dias melhores, administrativamente mantendo suas atividades de forma modesta, diminuindo custos, criando novas receitas que possam suportar o custo de sua manutenção e, no futebol, retornará aos campos em janeiro/2020 no Campeonato Paulista Série A2", afirma trecho da nota.

Também não há registros da suposta falência no Banco de Falências do Tribunal Superior do Trabalho, que computa ocorrências do tipo, nem em veículos de imprensa.

Por fim, o CNPJ do clube ainda está ativo no site da Receita Federal, o que não aconteceria se já houvesse um pedido de falência transitado em julgado.

É verdade, contudo, que a Portuguesa enfrenta graves problemas financeiros, como seus próprios diretores admitem.

Uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo estimou que o clube tenha dívidas de R$ 350 milhões e responda a mais de 500 processos na Justiça –só o site do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) lista 106 deles.

Para cobrar os valores devidos, credores já conseguiram forçar o leilão do estádio do time, o Canindé, na zona norte de São Paulo, mas não houve interessados. Agora mesmo há um anúncio ativo (e sem lances).

Referências:

1. Associação Portuguesa de Desportos
2. Tribunal Superior do Trabalho
3. O Estado de São Paulo
4. Tribunal de Justiça de São Paulo
5. Sublime Leilões