Aos Fatos

Seja um apoiador

Checamos

Leia as últimas declarações checadas pela equipe do Aos Fatos

Mais

Explore todos os nossos conteúdos e checagens

É falso que Marcelo Freixo disse ‘Temos que destruir a democracia, o Brasil’

Por Luiz Fernando Menezes

11 de fevereiro de 2020, 12h17


Não há registro de que o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) tenha dito a frase 'Temos que destruir a democracia, o Brasil", que tem sido atribuída a ele em publicações nas redes sociais (veja aqui). No fim de semana, em discurso no evento de 40 anos do PT, o parlamentar disse que a esquerda deveria se unir para "destruir o governo Bolsonaro".

Nesta terça-feira (10), a desinformação já havia sido compartilhada ao menos 4.000 vezes no Facebook. Os posts com a atribuição enganosa foram marcados por Aos Fatos com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (saiba como funciona).


FALSO

Marcelo Freixo: ‘Temos que destruir a democracia, o Brasil’

Não há registros públicos de que o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) tenha dito “Temos que destruir a democracia, o Brasil”, como tem sido atribuído a ele em publicações no Facebook. Nos posts, a frase acompanha uma foto do parlamentar com os dizeres “não vote nesse lixo”.

Em discurso na festa de aniversário de 40 anos do PT no último sábado (8), Freixo disse que a esquerda brasileira deveria não apenas resistir, mas “destruir o governo Bolsonaro”. No minuto 5’50’’ do vídeo, ele afirma:

“Eu, honestamente, acho que nós não temos que resistir ao governo Bolsonaro. Nós temos que destruir o governo Bolsonaro. Nós não podemos resistir, porque a ideia de resistir é a ideia de ganhar tempo. A palavra resistência ela é linda, ela faz parte do vocabulário da esquerda, mas nesse momento a gente precisa algo mais do que resistência, a gente precisa mais do que ganhar tempo, mais do que suportar por um tempo esse governo. Nós não precisamos resistir para sobrevivermos, nós precisamos para sobrevivermos destruirmos esse governo Bolsonaro. E não em nome dos nossos partidos, mas em nome do nosso povo”.

Aos Fatos também buscou por outros discursos e publicações nas redes sociais do psolista e não encontrou nenhum resultado com as palavras “destruir a democracia” no Facebook, no Twitter ou em registros na imprensa e nas notas taquigráficas da Câmara dos Deputados.

Referências:

1. Câmara dos Deputados