Aos Fatos

É falso que Chico Xavier previu a chegada de Bolsonaro à Presidência

Por Luiz Fernando Menezes

20 de agosto de 2019, 09h47


Publicações que circulam nas redes sociais afirmam que o médium Chico Xavier teria psicografado uma mensagem em 1952 que preveria a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência da República (veja aqui). Segundo a FEB (Federação Espírita Brasileira), o texto não tem autenticidade confirmada e “surge de tempos em tempos [...] contemplando diversas interpretações de acordo com o cenário atual”.

A mesma mensagem também já foi usada no passado para falar, por exemplo, sobre o deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) e o ministro Sergio Moro.

Publicado por perfis pessoais no Facebook, o conteúdo falso já acumulava ao menos 3.200 compartilhamentos até a tarde desta terça-feira (19). Todas as postagens com o conteúdo enganoso foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (veja como funciona).


FALSO

Chico Xavier em 1952 transcreveu este texto (...).

“Vai aparecer um homem Franco, sincero e leal que, montado em seu cavalo branco e com sua poderosa espada, dará uma nova dimensão e personalidade, nos destinos do Brasil, corrigindo injustiças e fazendo voltar a confiança e esperança no futuro do Brasil”. Segundo publicações nas redes sociais, este texto seria uma mensagem psicografada pelo médium Chico Xavier em 1952 e se referiria à chegada de Jair Bolsonaro à Presidência. A FEB, que representa as agremiações espíritas no país, afirma, no entanto, que o texto é apócrifo.

A publicação, que voltou a circular esta semana, começou a ser difundida nas redes com a referência a Bolsonaro em 2018. Em nota à época, a federação afirmou que “Após análise da mensagem, a Federação Espírita Brasileira entrou em contato com órgãos federativos e pesquisadores, constatando que se trata de uma mensagem apócrifa”.

Ainda segundo a FEB, “este texto que surge de tempos em tempos vem com o título ‘Mensagem de Natal’, contemplando diversas interpretações de acordo com o cenário”. Nas eleições presidenciais de 2014, por exemplo, a mensagem circulou com referência ao então candidato Aécio Neves. Em 2016, também surgiu com o nome de Sergio Moro.

A posição da FEB foi reafirmada em nota enviada ao Aos Fatos em que diz que a autoria do texto não é conhecida: "Não é possível avaliar a veracidade ou falsidade da mensagem. Há muita coisa atribuída a Chico Xavier que é falsa, ou pior: verdades misturadas com inserções falsas".

Aos Fatos encontrou o texto da suposta profecia em publicações na internet desde 2009. Segundo o primeiro registro localizado, ela teria sido ditada pelo espírito André Luiz “a um dos mais importantes sensitivos de nosso país, cujo nome deixaremos de citar por falta de uma confirmação inequívoca de sua psicografia ou canalização”. Ou seja, a primeira publicação já afirma que não há confirmação sobre quem teria psicografado a mensagem.

O e-Farsas, o Boatos.org e o Fato ou Fake checaram esta desinformação quando ela circulou nas redes no final de 2018.

Referências:

1. FEB