Aos Fatos

Currículo de professora universitária do Amazonas é atribuído à mulher do vice-presidente Mourão

Por Luiz Fernando Menezes

4 de janeiro de 2019, 13h55


O currículo que está sendo compartilhado desde a manhã da última quarta-feira (3) como se fosse de Ana Paula Mourão, esposa do vice-presidente Hamilton Mourão, na verdade é de uma professora de Medicina da UEA (Universidade do Estado do Amazonas) chamada Maria Paula Gomes Mourão.

A peça, que traz informações como “doutorado em Medicina Tropical pela Universidade de Brasília (2007)”, “membro do Comitê de Ética em Pesquisa da FMT-HVD desde 2004” e “lidera o grupo de pesquisa Núcleo de Investigação em Arboviroses, Roboviroses e Viroses Emergentes do Amazonas”, copia informações do Currículo Lattes da doutora.

A publicação, que até a tarde desta sexta-feira (4) já foi compartilhada mais de 13,7 mil vezes, e outros posts parecidos foram classificados com o selo FALSO na ferramenta de verificação do Facebook (entenda como funciona).


FALSO

A esposa do Mourão foi muito criticada pelo vestido dela! Segue o currículo dela!

Para rebater críticas à escolha do vestido de cerca de R$ 15 mil usado pela vice-primeira dama na posse de seu marido e do presidente Jair Bolsonaro, apoiadores passaram a circular nas redes sociais um extenso currículo acadêmico como se fosse de Paula Mourão.

O currículo, no entanto, é de Maria Paula Gomes Mourão, professora doutora do curso de Medicina da UEA (Universidade do Estado do Amazonas), como pode ser visto no seu Currículo Lattes e em seu perfil no Escavador.

O perfil oficial da UEA no Facebook publicou uma nota oficial sobre o ocorrido. Segundo a universidade, “o currículo divulgado é verdadeiro, mas é de direito da médica” e, por causa da postagem, a doutora Maria Paula perdeu “o controle do número de ligações e mensagens recebidas em seu celular, gerando inúmeros transtornos e inconvenientes”.

Ana Paula Mourão, casada com o general Hamilton Mourão desde o ano passado, não é médica nem acadêmica. Formada em direito, foi tenente temporária do Exército — tipo de oficial que não segue carreira e atua por meio de contrato por período determinado para exercer funções técnicas — e hoje trabalha como assessora jurídica na FHE (Fundação Habitacional do Exército).

Aos Fatos enviou um pedido de posicionamento à assessoria da Vice-Presidência da República, que não foi respondido até a publicação desta checagem.