Aos Fatos

Seja um apoiador

Checamos

Leia as últimas declarações checadas pela equipe do Aos Fatos

Mais

Explore todos os nossos conteúdos e checagens

Corrente que oferece CNH gratuitamente é golpe de roubo de dados

Por Luiz Fernando Menezes

17 de dezembro de 2019, 17h40


Uma corrente que circula no Whatsapp difunde um programa chamado CNH Social 2020 que ofereceria carteiras nacionais de habilitação gratuitamente a partir de um cadastro online (veja aqui). No entanto, a oferta serve como isca para mais um golpe de roubo de dados.

O link compartilhado para que os interessados façam o cadastro no falso programa é apontado como potencialmente malicioso pelo Dfndr Lab — laboratório de análise de segurança digital — e leva a um site que apresenta selos falsos de segurança. O cadastro também oferece opção de emissão da CNH em cidades que sequer existem.

Além de ser compartilhada no WhatsApp (inscreva-se aqui), onde, devido à natureza da rede social, não é possível determinar o seu alcance, a peça de desinformação também foi encontrada no Facebook. Lá, ela acumula centenas de compartilhamentos e todos foram marcados com o selo FALSO na ferramenta de monitoramento da rede (saiba como funciona).


FALSO

Gente, o Detran já abriu as inscrições para o Programa CNH Social 2020. Acabei de fazer o cadastro online pra ganhar minha Carteira de Motorista 100% grátis! *Está disponível para novos condutores, renovação ou adição de categoria!*

Mais uma corrente que oferece benefícios como forma de atrair usuários para um golpe de roubo de dados tem circulado nas redes sociais. Desta vez, a publicação diz que basta fazer um cadastro por meio de um link compartilhado para obter uma vaga para a retirada da CNH (carteira nacional de habilitação) gratuitamente. O link apresentado, porém, não é confiável e leva a um site que apresenta certificados falsos de segurança e recolhe dados pessoais dos usuários. De acordo com a ferramenta de verificação de links do Dfndr Lab, o site é potencialmente malicioso e não deve ser acessado.

Aos Fatos entrou no formulário e preencheu os campos com informações genéricas, como o nome “Fulano de Tal”, o email “xxx@xxx.com” e a cidade “Qualquer uma”. Mesmo assim, o site apontou que havia 128 vagas disponíveis para a emissão da CNH na cidade que não existe. Também foi pedido que o conteúdo da corrente fosse compartilhado no WhatsApp para ao menos cinco pessoas ou grupos para que fosse certificado que o usuário não era um “sistema automatizado”.

O site também apresenta dois selos de verificação para sugerir que se trata de um endereço seguro. Porém, os selos são apenas imagens: não é possível clicar nos ícones para certificar a validade da proteção.

CNH Social. A corrente também falseia informações sobre a emissão gratuita de carteiras de habilitação. Em mensagem enviada ao Aos Fatos, o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) informou que programas do tipo são oferecidos por iniciativas de governos estaduais. Espírito Santo e Goiás, por exemplo, oferecem o documento sem custo a pessoas de baixa renda.

Nesses casos, as incrições são feitas apenas nos sites oficiais do Detran de cada estado. O endereço de sites governamentais oficiais terminam com a sigla do estado seguido de .gov.br.

Desde 2015, também existe um programa nacional chamado Primeira Habilitação para o Transporte - CNH Social, criado pelo SEST (Serviço Social do Transporte) e pelo SENAT (Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte). Ele oferece gratuitamente a carteira de categoria B, mas apenas a jovens de baixa renda. No momento, ele está com inscrições suspensas e não há previsão de abertura de novas vagas.

O Boatos.org também fez checagem da mesma desinformação.

Referências:

1. PSafe
2.Certisign
3. Detran-ES
4. Detran-GO
5. SEST SENAT