Aos Fatos

Capa da revista Charlie Hebdo com Gleisi Hoffmann é montagem

Por Luiz Fernando Menezes

18 de janeiro de 2019, 12h24


É falsa a capa da revista francesa Charlie Hebdo com a senadora e deputada federal eleita Gleisi Hoffmann (PT-PR), uma bandeira do PT e os dizeres “Pavilhão da Corrupção”. A montagem foi feita unindo parte da capa verdadeira da edição de fevereiro de 2013 a um desenho do cartunista brasileiro Adão Iturrusgarai, que foi modificado para inserir o rosto da petista e o estandarte do partido.

Apesar da modificação grosseira, a montagem tem sido disseminada como verdadeira nas redes sociais, e um dos posts denunciados ao Aos Fatos por usuários do Facebook já alcançou 2.200 compartilhamentos desde terça-feira (15). Essa e outras postagens com o mesmo conteúdo enganoso foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona).


FALSO

A moral da Gleisi na França está excelente

Está circulando pelo Facebook uma capa falsa da revista satírica francesa Charlie Hebdo com a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e os dizeres “Pavillon de la Corruption” (“pavilhão da corrupção”, em francês). A imagem, no entanto, não passa de uma montagem com uma das edições lançadas em fevereiro de 2013 e que tratava da renúncia do Papa Bento XVI.

Como é possível ver abaixo, a capa falsa insere o desenho, a faixa preta e a frase sobre a versão original, mas manteve as indicações da edição, como a data e as chamadas.

Além disso, a montagem baseia-se em uma outra capa falsa, que circulou pelas redes sociais em 2016. A peça da desinformação usava a mesma edição do desenho do cartunista Adão Iturrusgarai e a frase “Pavillon de la Corruption”, mas não trazia a foto de Gleisi. Na época, o e-Farsas checou a publicação. Desta vez, a montagem com a presidente do PT também foi verificada pela Agência Lupa.

“Sem comentários”, respondeu a assessoria da senadora ao ser contatada por Aos Fatos na manhã desta sexta-feira (18) a respeito da disseminação da montagem nas redes sociais.

Este é o segundo boato relacionado à Gleisi Hoffmann que Aos Fatos checa em menos de uma semana. Na quarta-feira (16), ganhou tração nas redes print de um tweet falso em que a senadora propunha que pessoas contrárias à flexibilização da posse de armas pendurassem na frente de suas casas uma faixa com a frase “Residência livre de armas”.