Aos Fatos

Bolsonaro não foi citado como 'próximo presidente' no Programa Silvio Santos

Por Alexandre Aragão

22 de agosto de 2018, 15h51


É falso que, em seu programa dominical, o apresentador Silvio Santos referiu-se a Jair Bolsonaro usando os termos “próximo presidente”, “vai salvar o Brasil” e “não é corrupto”, como sugere vídeo que foi enviado por leitor do Aos Fatos via WhatsApp com pedido de checagem (entenda como funciona).

O conteúdo edita e adultera trechos do Programa Silvio Santos exibido em 15 de outubro do ano passado pelo SBT para tentar favorecer o presidenciável do PSL. Na versão original, o apresentador não cita Bolsonaro e ainda critica a participante da plateia que mencionou o nome do candidato ao chutar uma resposta.

Além de viralizar no WhatsApp, o vídeo também teve milhares de visualizações no Twitter e no Facebook. Neste, o conteúdo foi publicado por páginas como Direita Opressora e Jair Bolsonaro (página não-oficial), acumulando mais de 80 mil visualizações e quase 2.500 compartilhamentos. As duas publicações foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação do Facebook (saiba mais).

Confira abaixo, em detalhes, o que checamos.


FALSO

Programa Silvio Santos sugere que Bolsonaro é “próximo presidente”, “vai salvar o Brasil” e “não é corrupto”

Um vídeo adulterado que circula na internet desde outubro do ano passado dá a entender que, em seu programa no SBT, o apresentador Silvio Santos se referiu ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) com os termos “próximo presidente”, “vai salvar o Brasil” e “não é corrupto”. O conteúdo, falso, foi enviado por um leitor do Aos Fatos via WhatsApp.

O vídeo original mostra o quadro Jogo das 3 Pistas, em que dois convidados do programa tentam adivinhar uma charada a partir de dicas. Caso nenhum dos participantes saiba a resposta, a plateia é convidada a dar sugestões. No caso em questão, as dicas de Silvio Santos eram “foi do Exército”, “mudou o regime” e “15 de Novembro”. A resposta correta era Marechal Deodoro da Fonseca, primeiro presidente da República (1889-1891).

Como nenhuma participante acertou, uma mulher na plateia teve a oportunidade de chutar a resposta, e disse: “Jair Messias Bolsonaro”. No vídeo editado, Silvio Santos afirma que ela acertou, mas, no original, o que ele diz é: “veio aqui pra fazer propaganda do Bolsonaro? Você é do comitê dele? Então, vai embora”.

Responsável pela edição que distorceu o sentido original do vídeo, a página SnapNaro, que manifesta apoio a Bolsonaro, adulterou as dicas da charada para “próximo presidente”, “vai salvar o Brasil” e “não é corrupto” e editou o final do trecho para dar a impressão de que a mulher havia acertado a resposta.

Veja a diferença entre as versões adulterada e original, respectivamente:

Além de viralizar no WhatsApp, o vídeo também reúne milhares de visualizações no Twitter e no Facebook, redes sociais onde circula desde outubro do ano passado. Nessa última, o conteúdo foi publicado por páginas como Direita Opressora, com 59 mil visualizações e 2.300 compartilhamentos, e Jair Bolsonaro (página não-oficial), onde acumulou 22 mil visualizações e 1.100 compartilhamentos.

O vídeo foi enviado por um leitor pelo canal do Aos Fatos no WhatsApp. Para enviar sugestões de verificação de conteúdos supostamente falsos, receber as atualizações do site, incluindo checagens, coberturas em tempo real e reportagens guiadas por dados, basta adicionar o número (21) 99956-5882 à sua lista de contatos no celular. Sem adicionar o número, não é possível receber o conteúdo.