Aos Fatos

Seja um apoiador

Checamos

Leia as últimas declarações checadas pela equipe do Aos Fatos

Mais

Explore todos os nossos conteúdos e checagens

Isac Nóbrega/PR

Bolsonaro diz ao Congresso que rejeita violações de direitos humanos, mas a prática é outra

Por Ana Rita Cunha e Luiz Fernando Menezes

5 de fevereiro de 2019, 12h59


Em mensagem ao Congresso Nacional, o presidente Jair Bolsonaro afirmou rejeitar ditaduras e desrespeito aos direitos humanos, o que contraria declarações anteriores em que defendeu a tortura e atacou minorias, como mulheres e homossexuais. Bolsonaro também afirmou que já era possível perceber avanços econômicos graças ao seu governo. Sua equipe de governo, no entanto, não adotou nenhuma medida econômica nos primeiros 30 dias de governo. Os indicadores elencados por ele já vinham em trajetória de alta desde o governo anterior.

A carta de Bolsonaro foi lida na abertura do ano legislativo na segunda-feira (4) pela deputada Soraya Santos (PR-RJ), primeira secretária da Câmara.

Veja abaixo a transcrição da mensagem presidencial e as checagens de Aos Fatos: